Investimentos privados na primeira infância obtêm o maior crescimento entre as etapas do ensino básico

Ao se olhar por etapas do ensino básico, observa-se que os estabelecimentos formais que mais cresceram foram os que atendem ao chamado ensino na primeira infância, etapa da vida que vai do nascimento até os 6 anos de idade.

As creches, etapa que recebe crianças de até 3 anos de idade, foram as que mais aumentaram seu estoque de estabelecimentos privados, saindo de 4 unidades formais em 2008 para um total de 30 em 2017, aumento de 650% em 10 anos. Já a etapa pré-escolar, que vai dos 4 aos 5 anos, registrou um crescimento de 40,5%, saindo de um total de 74 escolas, em 2008, para um de 104 escolas, em 2017.

Gráfico 2: Total de estabelecimentos privados nas etapas do ensino básico – João Pessoa, 2008 e 2017

Fonte: RAIS. Ministério da Economia. Secretaria de Trabalho. Elaboração: Econsult

A quantidade de unidades particulares de ensino médio se manteve estável no período analisado, aumentando em apenas uma unidade, partindo de um total de 33 estabelecimentos, em 2008, para 34, em 2017. Já as escolas que contemplam o ensino fundamental foram as únicas que apresentaram queda na quantidade, reduzindo seu estoque de 122 unidades, em 2008, para 106, em 2017, apresentando uma queda de -13%. Esses números sobre o ensino fundamental, fornecem evidências de que pode ter existido no período, um processo de concentração, onde as menores unidades não conseguiram fazer frente ao crescimento das grandes escolas no ensino básico.